Por trás de Khali: o Reino do Olimpo

Para aqueles que ficaram embaixo de uma pedra nos últimos meses, em junho deste ano eu lancei meu quinto livro – que na verdade eu já tinha publicado pelo Wattpad alguns anos atrás. Com a pré-venda acontecendo durante a FLIR – Feira do Livro de Resende.


O que poucas pessoas, senão ninguém, sabe é que essa história nasceu, na verdade, como parte de Afterlife: Mundos, cuja ideia era escrever partes da história acontecendo em mundos diferentes do Sétimo Universo. No entanto, eu gostei tanto das personagens e escrever com a mitologia grega – uma vontade que tive desde que li Percy Jackson – que a história teve que virar um livro próprio.


Também foi um desafio escrever com a proposta que eu inicialmente comecei a escrever: a história sendo contata do ponto de vista do personagem secundário, daquele amigo do principal que poucos vemos. Sinceramente, não tenho muita certeza se consegui chegar nesse objetivo, já que Sofia – a personagem secundária – é a personagem com maior desenvolvimento do livro, apesar de todo enredo girar em torno de Dante e de suas decisões.

<< Esta é a capa original do livro, quando ainda meu antigo blog, o Um Dia Frio, existia. Eu costumava postar os capítulos de Afterlife lá (antes de conhecer o Wattpad). Ela é cheia de simbolismo.


O desenho da fênix é o mais fácil, já que representa o próprio pássaro. O pássaro azul representa Mia – e sua ascendente, a deusa Quíone. A espada é a Lâmina do Submundo. Por fim, a caveira representa Dante, um semideus filho de *spoiler* – quem já leu, já sabe haha


Apesar de todo enredo girar em torno de Dante, na capa da publicação física eu escolhi focar em Sofia, com sua espada Anthísei e o chakram. E os pássaros de gelo e fogo mantiveram o mesmo significado.

Sinopse:

Bem-vindos a Khali, um mundo onde semideuses são proibidos e ilegais, onde eles foram caçados até a morte após a Guerra dos Duzentos Dias.


A vida de Sofia Rockenbach, uma fazendeira na pequena vila de Mikrio, muda completamente quando ela encontra Dante Adalberon desmaiado a beira da estrada que conecta sua fazenda ao resto do mundo. Dante é um semideus, e diferente de todos os outros semideuses de Khali, ele é considerado um herói. Um que morreu há cem anos.


Dante fugiu do Submundo e voltou para Khali, a fim de cumprir uma missão da qual não se orgulha. Todavia, com Tânato em seu encalço, ele precisa encontrar a Lâmina do Submundo, uma espada lendária que capaz de manter a morte longe. A pessoa que a possui, Nikolás, é um perigoso senhor de escravos que não vê a vantagem de abrir mão dos poderes da espada. Um acordo é travado entre os dois.


No entanto, antes de ter a chance de cumprir a missão, Dante e Sofia partem em uma jornada pelo desconhecido mundo de Khali, enfrentando gigantes, centauros carnívoros, amazonas, em busca do lendário pássaro de fogo.


E este foi um pouquinho dos bastidores por trás dessa história incrível. Mas me digam, qual das capaz vocês gostam mais?

Forte abraço e nos vemos em breve,

Leandro Zapata

5 visualizações