• Carolina Anf

A Era dos Potterheads


Nessa terça, 21, Harry Potter e As Relíquias da Morte completou 13 anos de seu lançamento, ainda que no Brasil só tenha chegado em novembro, o livro marcou o final de uma era no mundo dos leitores, a Era dos Potterheads.



Uma semana antes, os potterheads iam as salas de cinema para a estreia do filme de A Ordem da Fênix ainda alheios a notícia de que existiam sete horcruxes e que o próprio Harry era uma delas. A morte mais traumática ainda era a de Sírius e a esperança dos HarryGiny shippers de ver um bom desenvolvimento do casal ainda não tinha sido devastada pelo filme d'O Enigma do Príncipe, mas isso é outra história.

Os novos bruxinhos devem estar se perguntando:

"Mas, Carol, vocês ficaram esperando quatro meses pra saber o final?"

Não exatamente, meus queridos nerds. Bom, sim, alguns de nós preferiu esperar, outros, eu inclusa, aos 13 anos de idade, gastaram seu inglês e sofreram com a internet lenta, mas leram tudo antes do fim da primeira semana de lançamento. Outros, ainda, com condições de navegação melhores, liam e traduziam para blogs e sites para que outros brasileiros tivessem acesso.



De lá para cá, muitos segredos e mistérios surgiram, alguns foram resolvidos, outros não. Uma nova saga foi ambientada no mundo mágico, novos personagens, velhos personagens com novas caras e, mais que tudo, muita polêmica. Polêmica envolvendo o elenco, envolvendo adaptações e envolvendo a autora.

A primeira geração de Potterheads já passou por muita coisa e ainda está por aí, espalhando magia no mundo. E é sobre isso que eu queria falar desde o início, como todos devemos a nós mesmos o poder de sentir a magia e espalhá-la. "Mas que magia, Carol?"



A magia mais antiga e eficiente de todas, AMOR. Foi ele que salvou Harry quando Voldemort invadiu a casa dos Potter em Godric's Hollow. Foi o amor pela irmã, por mais que o negasse, que fez com que Petúnia criasse o sobrinho, mesmo que não tenha sido de forma ideal. Ron e Hermione amavam Harry, por isso sempre estiveram ao seu lado, mesmo quando ele foi um babaca ou muito teimoso. O amor de Gina manteve Harry adolescente, quando as sombras do seu passado e do seu futuro o forçavam a amadurecer precocemente. E foi o amor de Narcisa por Draco que salvou Harry de ser morto por Voldemort na Floresta Negra.

Acima de todos os outros ensinamentos positivos que recebemos do Mundo Mágico, o amor é o maior e mais importante deles.

O AMOR É O LEGADO DOS POTTERHEADS!



50 visualizações